Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de julho, 2019

Avec lança conta digital e cartão de crédito exclusivo para o setor de beleza

Fintech oferece serviços financeiros que substituem o banco; objetivo é reduzir burocracias e taxas para os profissionais do ramo Para atender os profissionais de beleza e bem-estar, a Avec acaba de lançar a AvecConta e seu cartão de crédito pré-pago. A fintech, que surgiu como uma plataforma de gestão e pagamentos para negócios de beleza, oferece agora serviços financeiros específicos para o setor e funciona quase como um banco dos salões e profissionais. Até o fim do ano, a empresa planeja emitir 150 mil cartões de crédito para os profissionais de beleza e levar o AvecConta para 20 mil estabelecimentos. Para disponibilizar a conta e o cartão de crédito para seus colaboradores, a empresa não terá custo adicional, mas precisa ter os módulos de gestão e pagamentos da Avec. A fintech tem ferramentas de marketing, aplicativo de agendamento online, sistema de gestão com soluções integradas de pagamento e, agora, conta digital e cartão de crédito. A Avec atende salões de beleza, ba

LUTO NA ÁREA DA BELEZA | Osvaldo Alcântara, comunicador e entusiasta da Beleza no Brasil

Morreu nesta madrugada Osvaldo Alcântara, o seu Alcântara, como era carinhosamente conhecido, um dos maiores entusiastas da Beleza no Brasil. Conhecido como Patrono dos Cabeleireiros e Manicures, ele levou, em uma era totalmente offline, cursos e eventos para todos os cantos do país, sendo um dos maiores incentivadores da nossa fundadora, Ondina Paes Leme. Sua trajetória começou como vendedor na Niasi, onde chegou até mesmo a ganhar prêmios, como ser eleito o melhor vendedor do País pela Associação Brasileira de Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil (ADVB). Nos últimos anos, estava à frente do Centro Técnico do Grupo Ikesaki, sendo responsável pela área educacional da empresa. Osvaldo e Ondina Na história de dona Ondina, seu Alcântra teve papel fundamental ao leva-la para cursos, mesmo quando ela não tinha condições de participar. “Eles se tornaram grandes amigos e viajavam pelo Brasil juntos, eram inseparáveis, e ele não media esforços para ajudá-la a crescer”,

Frio: aliado ou inimigo?

Quando chega o frio, é normal que os clientes fiquem com mais preguiça de sair de casa e de realizar procedimentos estéticos, certo? Mas, é nesse momento que o inverno pode ser um grande aliado para fazer tratamentos que não iriam muito bem no verão. Um dos motivos está na incidência de raios como UVA e UVB, por exemplo, que são menores no inverno, e também a pele não fica tão exposta ao sol, como conta a esteticista facial/corporal pré e pós-operatório do Monalisa Beauty Loung, Suyza Cavalcante. “Os procedimentos estéticos que são bons no frio sempre são os faciais, porque no frio a gente consegue trabalhar melhor com ácido, escamação, renovação celular, e por conta da ausência do sol a gente não tem tanta exposição. No calor, não é possível trabalhar tão bem com os ácidos mais fortes, invasivos e mais potentes. Então, tratamentos estéticos para melasma, renovação celular, são sempre os mais pedidos no inverno”, comenta Suyza. Corpo de verão Já quando se trata do cor

Técnico: ser ou não ser?

Para aqueles que querem se profissionalizar, a resposta do título com certeza é SER. Muito se fala a respeito de profissionais capacitados, e que consigam atender seus clientes perfeitamente, atendendo às necessidades e também solucionando problemas. Tanto a profissão de Esteticista quanto a de Podólogo estão ligadas à saúde, por isso é tão importante dar atenção a elas. Hoje, a Academia de Beleza Ondina disponibiliza dois cursos técnicos: Podologia e Estética, e ambos têm lutado para que a profissão seja cada vez mais regularizada. Estética Uma das profissões mais promissoras da área da beleza, a Estética ganhou, desde abril de 2018 uma nova dinâmica: para atuar na área, é preciso ter graduação ou curso Técnico reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC). Além disso, esteticistas que conseguirem comprovar que já atuavam na área há mais de três anos da data da resolução, também podem solicitar regulamentação. Esse um processo importante para profissionalizar a áre